O documentário explora fatos reais e nos leva muitas vezes a sair da nossa bolha cultural e ter outras visões a respeito dos mais variados assuntos. No catálogo da Netflix dá para encontrar um rico acervo de documentários históricos, sobre ciência, natureza, crimes, esportes e também temas socioculturais, filmes feministas tão importantes em momentos como o atual em que se polariza quase tudo e num cenário em que há urgência em falar sobre preconceitos históricos que ainda não foram totalmente extirpados da sociedade.

Um tema que, ultimamente, está sempre em pauta é o feminismo – e isso, naturalmente, se reflete em documentários e filmes feministas.

Porém, mesmo a maioria das pessoas tendo um consenso sobre a igualdade de direitos entre homens e mulheres, o termo “feminismo” ainda assusta muita gente, principalmente algumas mulheres que preferem não ser associadas a esse termo por ter uma visão completamente estereotipada dele.

Por isso a importância de trazer esse tipo de assunto para a roda de debate, sobre mulheres no cinema e filmes feministas. Afinal, o que é feminismo? O que fizeram e o que fazem as pessoas que dizem ser feministas?

Para dar luz a esse tema tão relevante, trouxemos uma lista com três documentários e filmes sobre feminismo – todos disponíveis na Netflix!

3 documentários e filmes feministas disponíveis na Netflix

1. Feministas: o que elas estavam pensando?

Com participação de Jane Fonda, Lily Tomlin e outros grandes nomes, o documentário “Feministas: o que elas estavam pensando?” faz um resgate da história por meio do relato de cada uma dessas mulheres e de fotos de mulheres nas décadas de 1970 e 1980, feitas pela fotógrafa Cynthia MacAdams.

O documentário sobre feminismo, dirigido por Johanna Demetrakas e lançado em 2018, é atual, traz questões do início da luta feminista que ainda estão em pauta hoje em dia.

2. What happened, Miss Simone?

“What happened, Miss Simone?”, dirigido por Liz Garbus, foi lançado em 2015 e conta, através de entrevistas, arquivos, cartas e gravações, a história de Nina Simone, lendária cantora e ativista negra que fez sucesso na década de 1950.

Além de falar sobre a vida da artista, o documentário ainda faz crítica ao machismo presente no universo musical daquela época.

Em 2016, o documentário foi indicado ao Oscar de Melhor Documentário.

3. Absorvendo o Tabu

Se o machismo já impacta negativamente na vida de mulheres do Ocidente, no Oriente vemos costumes e crenças que levam o machismo a outro patamar, muito mais alto.

O documentário “Absorvendo o Tabu” mostra como a menstruação é estigmatizada na Índia e como isso prejudica a vida das mulheres. As jovens até deixam de ir à escola quando estão menstruadas.

Além de abordar este problema, o curta-metragem conta sobre a implementação de uma máquina que produz absorventes biodegradáveis de baixo custo, fazendo, inclusive, que essas mulheres passem a ganhar dinheiro com isso.

O documentário feminista, dirigido por Rayka Zehtabchi, ganhou o Oscar de Melhor Documentário Curta-Metragem em 2019.


Já assistiu a algum desses documentários e filmes feministas? O que achou? Conta pra gente aqui nos comentários e não deixe também de registrar aqui os documentários que você tem pra indicar!

Deixe um comentário

Skip to content