Está chegando os 4 dias de maior alegria no Brasil inteiro: é Carnaval! Já dá para sentir a alegria do sambódromo tomando conta, a vontade de se encher de glitter e fantasias, chamar os amigos e curtir dias maravilhosos.

É verdade que o Carnaval é uma festa linda em nosso país, mas alguns cuidados e bom senso são essenciais para você se jogar na folia de forma tranquila (e também não atrapalhar a folia de ninguém).

Para garantir que você irá curtir a festa com segurança, cuidado e respeito, preparamos 5 “diquinhas amigas” para ter em mente durante todos os dias do feriado, combinado?

Beba bastante água

Essa primeira dica tem a ver com o zelo por você mesmo. Curtir o Carnaval é ótimo, e beber faz parte, mas é preciso estar atento para não exagerar e estragar a festa.

Bebidas alcoólicas costumam ser diuréticas, e isso faz com que seu corpo elimine muito líquido, provocando a desidratação. A ingestão de água vai ajudar a manter o corpo hidratado, garantindo o bom funcionamento do organismo. 

Uma boa dica é intercalar o consumo de bebidas alcoólicas com uma garrafinha de água.

A dica também vale para alimentação: não se esqueça de se alimentar! Uma maçã ou snack rapidinho, entre as refeições principais, já é o suficiente.

E, quando se trata de bebida alcóolica, nem precisamos falar, né? Dirigir alcoolizado não é uma opção, vá sempre de carona, a pé, transporte público ou transporte por aplicativo. 

Além disso, vale sempre lembrar: exagerar na bebida pode trazer consequências bem sérias, não apenas para você, mas para quem está curtindo a festa ao seu redor. 

A frase é clássica, mas também verdadeira e deve ser levada a sério: beba com moderação.

Respeite xs minxs

“61% dos homens acham que mulher solteira não pode reclamar de ser cantada no Carnaval.”

“49% acham que bloco de Carnaval não é lugar para ‘mulher direita’.”

“59% acham que mulheres ficam felizes quando ouvem uma cantada na rua.”

As estatísticas acima são de uma pesquisa feita pelo Instituto Data Popular, em 2016, como contribuição à campanha #CarnavalSemAssédio, do site Catraca Livre, e representa ainda uma triste realidade atual. 

A regra é simples e clara: respeito é palavra de ordem

Felizmente, parece que estamos cada vez mais conscientes a respeitar o corpo, espaço e vontades do próximo. Prova disso é a campanha Carnaval de Respeito, da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, que está promovendo ações de conscientização dos direitos sociais.

As atividades são focadas na prevenção e proteção com o objetivo de combater a exploração sexual de crianças e adolescentes, o trabalho infantil, a venda de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos, o preconceito à população LGBT, os maus tratos contra a pessoa idosa e contra pessoa com deficiência, além da discriminação racial.

O mesmo acontece em outras campanhas, como a “Respeita as Mina”, na Bahia, o “Não é Não” e a #CarnavalSemGordofobia, criada pela modelo Luana Carvalho e pela pesquisadora Gabi Morais.

Independente de campanhas, o respeito só acontece mesmo se cada um fizer a sua parte.

Então, já sabe: respeita as minas, os homens, todos os corpos, raças, orientações sexuais e o desejo (ou não!) de cada um, não apenas no Carnaval.

Denuncie qualquer tipo de violência

Fazer a sua parte no bom senso e respeitar o espaço e as vontades do próximo é essencial. Mas, tão importante quanto, é não se calar diante de uma situação de violência ou assédio.

Por isso, para aproveitar a brincadeira com segurança e respeito no Carnaval, sempre que vir uma situação de violência e/ou assédio: denuncie

Mesmo que o ocorrido não seja com você, não hesite em chamar um policial.

Fique de olho nas crianças

A festa mais alegre do mundo também é feita para a criançada. 

De festas nas escolas à bloquinhos infantis, é uma oportunidade ótima para as crianças se fantasiarem e brincarem muito de forma lúdica.

Mas, se no Carnaval devemos ter cuidados, quando falamos em menores de idade, o cuidado deve ser redobrado. 

Se for levar a criançada para curtir o Carnaval de dia, é importante reforçar o protetor solar e os cuidados com hidratação e alimentação. Da mesma forma, passar orientações básicas para situações emergenciais (como o caso dele se perder ou ser abordado por um estranho).

Esteja sempre presente, para que o pequeno possa curtir a brincadeira sob seu olhar protetor.

Por isso, é muito importante estar sempre atento, de preferência evitando locais com grandes aglomerações.

Uma boa dica também é colocar identificação nos pequenos como nome, telefone e endereço dos pais ou responsáveis.

Proteção SEMPRE

Sexo com proteção é regra básica para qualquer relação sexual, e este cuidado é redobrado no Carnaval.

O SUS, Sistema Único de Saúde, distribui gratuitamente preservativos em postos de saúde e, muitas vezes, até no meio da folia, com equipes das secretarias de saúde locais.

Além disso, nos mesmos postos estão este ano responsáveis pela vigilância epidemiológica, especialmente para o Coronavírus (COVID-19), e também é possível realizar testes rápidos de IST, como HPV e Sífilis.

Então, não tem desculpa, ok? Sexo seguro sempre.

Leve essas dicas com você não apenas no Carnaval, mas a todo momento, cuide de você mesmo e zele pelo próximo, para poder curtir os dias de festas com segurança, tranquilidade e respeito. 

Compartilhe este artigo em suas redes sociais para que mais pessoas possam tomar as atitudes certas.

Boa folia!

Deixe um comentário

Skip to content